Categorias
crônica

A boca mais solitária que a companhia de um paulista

Sem dentes e a prótese, a boca de Edivaldo está mais solitária que a companhia de um paulista.

Categorias
crônica

Medo de ficar só

Aprendi a ficar só. Não é fácil. Acredito que todo momento de solidão lembra o parto. Aquela hora em que a gente vai sair do conforto para a luz. Aquela hora em que a gente vai cortar o cordão e começar a fazer força para engolir. Aquela hora em que a fragilidade de se tornar a única companhia […]

Categorias
crônica

Quem aqui tem medo do silêncio?

Quando eu era criança, minha mãe tinha a mania de desligar a televisão da sala. E eu tinha a mania de me cansar de assistir à tevê, sair da sala e deixar o aparelho ligado e tagarelando com o sofá. Talvez daí viesse a mania da mamis. A mania dela, aliás, não soa muito como […]