Categorias
prosa poética

NOSTALGIA

A noite é pálida sem a vida do universo amostra e um vento fresco balançando as folhas outonais das árvores. O som do rio inunda os ouvidos e os motores ainda triunfam sobre a cidade. Sinto a saudade do que sonhei e não tive, passeando entre minhas lembranças mal arquivadas na memória. Meu cão me […]