Categorias
prosa poética

Sonho negro

Dormi.

Sonhei algo sobre mim.
Login…

Um sonho destes normais.
Porém… teve um algo mais.
Era um sonho dentro do sonho.
Do tipo ‘Inception’, aquele filme.
Mas era real. Havia conexão.

Qual dos dois?

Real! Sonho dentro de sonho.
Tão negro de tão real. Ora pois!
Podia ser sonho negro? Ah não!

Isso nem existe! É inverossímel.
Sonho real tem que ser em claro.
Claro como dia. Sonho acordado.

De noite é normal sonhar.
Sonhar quando dormindo.
Destes que são meio loucos.

Sem começo nem fim.

Sonho dentro de sonho: ficção.
Sonho negro, escuro, obscuro.
Sonho sem cor, imaginário.

Sonhar o mesmo sonho…
Sei não, acontece, às vezes.
Quero sonhar tudo de novo.
Não para cair em desacordo.

Dessa vez mais alto.
Logout…

Acordei.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *