Categorias
crônica narrativa

O registro do Canalha

A burocracia, os sentidos e os sentimentos do que diferencia, o entendimento, a razão e a tradição

CANALHA.

O Senhor ficou maluco? Não pode chegar aqui no cartório e me chamar de “Canalha”.

Eu exijo respeito.

Vossa graça não entendeu, estou registrando o nome do meu filho. E vai ser Canalha.

Meu caro, Canalha não pode. Nunca ninguém registrou esse nome. O senhor não pode fazer isso com a criança.

Senhor escriturário, agradeço a sua preocupação, mas eu já decidi e vai ser Canalha.

Eu me recuso a registrar este esse nome… indigno!

Vou chamar o Tabelião!

Senhor Mustafá, por obséquio, venha cá.

Qual é a sua graça, meu nobre colega?

Bem Vindo!

DEUS PAI MISERICORDIOSO!

O Senhor Boas Vindas…

B-E-M V-I-N-D-O-O!

Perdão! O vosso amigo, aqui presente, quer fazer uma canalhice com o nome do filho!

Que canalhice?

Quer colocar o nome de CANALHA na criança?

Canalha.

Santa Gertrudes, eu entendi, mas qual é o nome do canalha?

De Canalha!

Cala a boca, Atanagildo. Ô Bem Prevenido, qual é o nome do canalha que quer colocar na Criança?

É B-E-M V-I-N-D-O-O-O. Não é de nenhum Canalha. O nome é CANALHA.

CANALHA?

Sim. CANALHA.

O SR. BEM NUTRIDO ENDOIDECEU, É?

É B-E-M V-I-N-D-O-O-O-O.

Não pode colocar palavrão como nome de pessoa.

Canalha não é palavrão! Vem do latim Canís.

Ah, Doutor Mustafá, já entendi. O Bem – Vínculo é maconheiro. Canis Sagarativa é maconha

É B-E-E-M-M-M V-I-I-N-N-D-O-O-O! Canalha vem do latim Canis, que é cachorro.

O senhor vai colocar um nome de cachorro no seu filho?

Padre nosso, que estais no céu. Dai me paciência. O senhor sabe a origem do seu nome, Mustafá?

Mas é claro que eu sei e é lógico. Vem do meu pai, que era o do meu avô, que era do pai dele, que também era do avô materno, e do avô do meu bisavô.

O SIGNIFICADO DO NOME.

Não quem deu o nome.

Ah, não sei não.

Portanto, eu quero CANALHA.

Num sei não. Vou ligar para o juíz Caminha.

Então ligue.

Alô, Juiz Caminha.

Você ligou para o Tribunal, aperte 1 para falar com a recepção, aperte 2 para o andamento do processo…]

Será que é aperte uma vez ou o número 1? Vou de um.

Bom dia, Décimo sexto Tribunal Regional, Terça falando!

Minha senhora, está adiantada, hoje é segunda!

Toda vez é essa brincadeira imbecil, não aguento mais.

A senhora é muito grosseira, viu! Me deixe falar com o juiz Caminha!

Besta. Um minuto.

Doutor Caminha, uma ligação para o senhor!

Pode passar.

Alô, quem é?

Alô juiz, é o Mustafá!

Musta, como está a fá. hahahahaha

Sempre de bom humor, hein juiz. Mas quero fazer uma reclamação. A sua atendente é muito mal educada. Ela atendeu falando que era Terça, eu a corrigi dizendo que é segunda.

Ah, Mustafá, como você é burro. hahahahahahahahhaaha. O nome dela é Terça-feira.

É hoje. Mas vamos ao que interessa, juiz Caminha, tem um senhor aqui no cartório, o Bem Benevolente….

É B-E-M V-I-N-D-O-O-O-O, TURCO IDIOTA!

Ele quer colocar um nome estranho no filho.

Qual nome?

CANALHA.

Tá, quem é o canalha, Mustafá? Diga quem é, seu turco miserável e infeliz!

Não doutor, não. Esse é o nome que ele quer colocar.

Ahhhhh, entendi. E qual é o problema?

É um palavrão, doutor!

Mustafá, como você conseguiu uma concessão do seu cartório?

DOUTOR, DOUTOR, É UMA LONGA HISTÓRIA. HAHAHA

CALA A BOCA , MUSTAFÁ, ERA UMA PERGUNTA RETÓRICA. Canalha não é palavrão e vem do latim.

Então, doutor, pode colocar nome de droga no filho?

Que droga, Mustafá, que Droga ?

Ué, Maconha não é Canis Sagatiba?

Santo Deus, me mate, por favor. Mustafá, maconha é cannabis Sativa.

O nome é prerrogativa do pai e da mãe. Deixe o BEM-tranquilo colocar o nome que quiser.

Tchau, Mustafá.

Doutor!

O que é, Mustafá?

É Bem Vindo.

Que homem mal educado. Desligou na minha cara.

Bom, senhor Bem-te-vi e Atanagildo, o nome é prego da tia e os pais podem colocar o que quiserem.

BEM-TE-VI É A TUA VÓ. É BEM VINDOOOOOOOOOO!

Faz isso logo, Atanagildo, vou voltar para o escritório.

Então, vamos lá. Mas fica registrada a minha indignação.

Qual é o nome completo da criança?

Canalha de Esperança.

Sim, o senhor quer dar esperança ao seu filho. Entendi. Mas eu disse nome e sobrenome.

Vai começar tudo de novo. De Esperança é o SOBRENOME.

Com esse nome, não vai ter esperança nenhuma.

Rá Rá Rá, o senhor ATrazildo é muito engraçado!

É ATANAGILDOOOO! Vamos lá! Seu nome e sobrenome?

É Bem Vindo de Esperança. Se escrever errado vou te dar um murro.

O nome da mãe é Solidão de Esperança.

Solidão?

É Solidão.

De ficar sozinho?

Não é um adjetivo, é um substantivo. Um nome.

Num sei não. Doutor Mustafá vem aqui por favor.

O BEM BRASIL quer colocar um substituto, no lugar do adja, adja… adjatuntivo no nome da mãe.

É BEM VINDOOOOOOOOOOOOO!

Ô, Atanagildo, eu já não disse que o nome é “prego da Tia” dos pais? Faz isso logo e não me encha mais o saco, que tudo isso já passou dos limites.

Certeza ,doutor?
Nome dos pais do senhor e da dona Solidão?

Meu pai é Feliz e da minha mãe é Ignorância.

Da Solidão, o pai se chama Presente e a mãe, Dona Aflição.

Quer saber de uma coisa,? SEO Bem Vindo, tem razão, o nome do seu filho só poderia ser CANALHA.

Está aqui a certidão de nascimento e passar bem!

4 respostas em “O registro do Canalha”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *