Categorias
crônica narrativa

O Ladrão de Lágrimas

Havia esse ladrão de lágrimas na cidade e posto que a cidade era um qualquer municipiozinho quase uma vila, ninguém prestou muita atenção no início das ocorrências. Só que a coisa foi escalando, escalando, escalando e quando o noticiário das vinte foi ao ar com sua primeira reportagem completa sobre o tal ladrão, quase um […]

Categorias
crônica narrativa

Nam-myoho-renge-kyo

– Posso falar com você? Eu não sou ladrão. – Diga. – Olha só. Meu nome é William, moro ali no Alemão. Tenho 8 irmãos e minha mãe. Nunca conheci meu pai. A gente está com comida em casa, mas sem o botijão de gás, que agora custa mais de 100 reais. – Eu sei, […]

Categorias
crônica narrativa

O QUE VOCÊS QUEREM DE MIM?

O que vocês querem de mim? Me faço essa pergunta todos os dias, como deve se perguntar, todos os dias, um pássaro trancafiado numa gaiola de 40 por 20. Acho que é assim que me sinto. Nem sei mais quanto tempo perdi tentando encontrar a porta da sala vazia em que me encontro. Ou talvez […]

Categorias
narrativa

O saco do Feijão

O que não nos mata nos torna mais forte

Categorias
narrativa

No seu céu

Havia a respeito dele muitas perguntas e poucas certezas. Trabalhavam juntos há cinco anos no financeiro de uma empresa e ele nunca cedia à gelada de sexta-feira com a equipe: — Anjo — murmurava ela, que se via como alguém (ou até mesmo ninguém), satisfeita por tê-lo nas ideias perfeitas e nos sonhos impossíveis. Eram […]

Categorias
crônica narrativa

A careca peçonhenta do incompleto sorriso

O futuro é o sorriso incompleto esperando como hei de partir.

Categorias
narrativa

Não era para ser assim, tanto e tão pouco

Não tem amor que resista a tanto. É como cuidar de planta, sabe? Não pode ser pouca, nem muita água. Algumas gostam bastante de sol, outras de sombra. Mas para tudo há a medida certa. Ou há a morte certa. É assim que funciona, Maria. Amor é jardim. A gente se apaixonou três meses antes […]

Categorias
narrativa

NÃO SER, NÃO EXISTIR.

Abriu os olhos e uma Guernica tamborilava na sua cabeça no auge do bombardeio alemão. Corpos caíam feito chuva de verão nos noticiários diários, atormentando seus dias acordados e há muitos dias também atormentando o seu sono. Em cada morte, ele morria mais um pouco. Se forçou a levantar da cama, apesar das dores em […]

Categorias
crônica narrativa

SILÊNCIO

A rua era um vazio assombroso e o vento breve de outono soprava levantando a poeira que se acumulava nas sarjetas. Maritacas gritavam sobre sua cabeça e os cães estavam em silêncio nos quintais. O sol brilhava forte já pela metade da manhã, cruzando as copas das árvores e brilhava nas poças d’água da chuva […]

Categorias
crônica narrativa

Jango

— O cachorro acabou de falar comigo, Reginaldo! — Sueli, o cachorro tem nome. É Jango. E não, ele não falou coisa nenhuma com você. Tudo começou quando o Jango se instalou em casa meses atrás. Logo que os meus pais chegaram em casa com o filhote de vira-latas, todo encolhido na sua caixa de […]